CategoryCrescer Financeiramente

Máquina de cartão de crédito vale a pena pra quem tem um pequeno negócio?

Será que vale a pena adquirir máquina de cartão de crédito para pequeno negócio.

Um dos problemas enfrentados pelos pequenos comerciantes é a dificuldade cada vez maior das pessoas andarem com dinheiro no bolso.

O cartão de crédito / débito é atualmente aceito em praticamente todas as lojas e comércios ‘grandes’ então se tornou um tanto quanto ‘obsoleto’ andar com dinheiro na carteira.

Porém para os pequenos comerciantes isso é um problema muito sério, uma vez que uma máquina de cartão de crédito tradicional se torna um custo muito alto para sua microempresa.

As mensalidades, taxas de manutenção e as taxas de transações somente se tornam um negócio favorável se a empresa conseguir ‘diluir’ esse gasto em muitas vendas.

Algo que não acontece com o MEI (Micro Empreendedor Individual) ou mesmo para o empreendedor informal.

Quando que uma máquina de cartão de crédito vale a pena?

Porém, esse cenário mudou de uns anos para cá.

Atualmente existe máquina de cartão de crédito com muitos benefícios para o pequeno empreendedor.

A principal vantagem desse ‘novo modelo’ de máquina de cartão de crédito é que você não paga mensalidade e sim compra a máquina.

Existe até algumas empresas que dão a máquina de cartão de crédito totalmente grátis mediante comodato.

Quais as vantagens disso:

  • Quando você compra a máquina de cartão de crédito você pode parcelar em um número X de vezes. Depois que você termina de pagar ela é sua;
  • A parcela de uma máquina de cartão é muito mais baixa que as mensalidades das máquinas ‘convencionais’;
  • As taxas dessas ‘maquininhas’ costumam ser muito atrativas. Algumas nem taxa cobram.

Então, respondendo a sua pergunta.

Máquina de cartão de crédito vale a pena pra quem tem um pequeno negócio?

A resposta é SIM. Porém você precisa encontrar a máquina ideal para as suas necessidades.

Fuja das máquinas ‘convencionais’.

Gostou das nossas dicas? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

Máquina de cartão: 4 dicas para encontrar a máquina perfeita

Você está abrindo um estabelecimento e quer colocar máquina de cartão? Ou já possui, mas está pensando em trocar a empresa com que trabalha?

Certo, então aqui vão quatro dicas de como escolher a melhor máquina de cartão.

Elas foram escolhidas a dedo e formuladas para ajudar você. Tenha uma boa leitura!

Hoje você descobrirá sobre os seguintes critérios:

  • Comprando ou alugando
  • Segurança
  • Taxação
  • Suporte ao usuário

Dica 1 – Adquirindo a máquina de cartão

O primeiro fator que você deve considerar é o custo para adquirir a máquina de cartão. Isso porque algumas empresas alugam e outras vendem, e entre essas opções há diversos valores diferentes.

Confira se o aluguel é abaixo das parcelas de compra, quantas você vai adquirir e se há descontos por pacotes.

Dica 2 – Segurança da máquina de cartão

O Brasil tem muitas fraudes com cartões de crédito. Estamos entre os primeiros países com mais golpes nesse setor.

Confira se a sua máquina de cartão de crédito e débito está segura. Há padrões nacionais e internacionais que devem ser seguidos. Não perca dinheiro por causa de salafrários.

Dica 3 – Taxas da máquina de cartão

Se você passar na máquina de cartão o serviço de débito ou de crédito, suas taxas serão diferentes. E há outras situações em que essas taxas variam também. Compare o que as empresas cobram. Também é preciso ficar atento à possibilidade de taxas surpresa. Tenha certeza de que está tudo às claras.

Dica 4 – Suporte ao uso da máquina de cartão

A pessoa que te vender ou alugar a máquina de cartão, irá prestar suporte depois? Ela estará disponível para dúvidas, sugestões, reclamações? E quando tiver algum problema?

A máquina de cartão é a única máquina que precisa haver nessa situação. O atendimento precisa ser dedicado e humano. Compare as empresas.

Máquina de cartão: 3 Melhores empresas de máquina de cartão

Diferentes empresas de serviços financeiros se destacam no mercado nacional, são elas as responsáveis por capturar, transmitir e liquidar transações com cartões de crédito e débito, na maioria das vezes por meio da máquina de cartão.

A GetNet é uma empresa de tecnologia do grupo Santander, com maiores números de transações, oferece soluções digitais de acordo com o perfil do cliente, a máquina de cartão da GetNet possui suporte 24h emite nota fiscal eletrônica, possibilita fechamento de caixa, aceita os principais cartões de débito, crédito ou vouchers, permite também o pagamento por aproximação, oferece conexão 4G, Wifi e Bluetooh, oferece câmera e leitor de código de barras na máquina de cartão, possuindo soluções e tecnologias que contribuem para a prosperidade do vendedor. A empresa possui índices de aprovação com sistema antifraude e violação de dados.

Outra empresa que se destaca no mercado de máquina de cartão é a Cielo que garante movimentar desde o pequeno vendedor até um grande negócio garantindo estrutura e segurança, oferecendo máquina de cartão, celular e internet, com mais de 1,2 milhões de clientes ativos liderando o segmento de pagamentos eletrônicos na América Latina. A Cielo oferece mais de oito opções de máquina de cartão com diferentes planos, taxas e benefícios.

A PagSeguro se destaca pela versatilidade e tecnologia que oferece aos seus clientes, é uma empresa de brasileira que possui convênios com diversas instituições bancárias, oferecendo ao cliente melhor opção de pagamentos. A PagSeguro lançou em 2013 o leitor de cartão de crédito para vendas parceladas em até 12 vezes, o leitor possui a mesma função da máquina de cartão porém sem custo de mensalidade e a única taxa é a da transação efetuada, a partir de então a empresa lançou diferentes máquinas de cartões que desde uma máquina de cartão mais simples a outras mais elaboradas  aliando a máquina de cartão ao Smartphone Android, tudo em um único aparelho.

Empréstimo: Como pedir empréstimo Fácil

Solicitar um empréstimo pode ser a solução para sair de uma dívida ou começar um negócio próprio. E engana-se quem pensa que é algo burocrático. Hoje em dia, é muito fácil cotar, comparar e solicitar um empréstimo. Quer saber como? Me acompanha.

Para pedir um empréstimo antigamente, era necessário ir até um banco, aguardar na fila para falar com um especializar e preencher centenas de formulários apenas para começar a simulação.

Mas graças a internet, isso não é mais necessário. Você pode simular um empréstimo online, cotar com várias financeiras para poder comparara de forma tranquila, na sua casa, com a sua calculadora em mãos. Sem contar com a opinião de terceiros, que são treinados para utilizar todos os gatilhos de modo a fazer você fechar o empréstimo com eles.

Você precisa acessar sites confiáveis. Faça um levantamento de todas as instituições onde é possível realizar um empréstimo online e avalie a reputação de cada uma, bem como se há opções de contato, como chat, e-mail e telefone.

Feito isso, comece a cotar. Vão solicitar dados comuns, como nome completo, endereço, CPF para consulta e avaliar se há restrição, número da conta e banco. Entre outros.

Esse é um procedimento comum. O que você não pode, é fornecer senhas de contas ou realizar qualquer tipo de pagamento antecipado.

Todo o processo é feito online e você só começa a pagar quando chegar a primeira parcela do seu empréstimo.

5 etapas para solicitar seu empréstimo fácil

Para cotar, você precisa preencher um cadastro.

Após preencher esse cadastro, você receberá as propostas. Fornecerá o valor de empréstimo que precisa, selecionará a quantidade de parcelas que quer pagar e mediante isso, receberá as propostas ali, na mesma hora. Analise cada uma delas com cautela, fazendo as contas.

Agora selecione a mais vantajosa para você e aguarde para ver se foi aceita. Isso acontece dentro de minutos.

Agora é só enviar os documentos necessários. Muitas plataformas possuem um sisteminha integrado que permite que você envie os documentos ali mesmo, no site.

A instituição irá avaliar atentamente cada um deles e, se aprovado, você recebe o dinheiro diretamente na sua conta.

É muito fácil solicitar um empréstimo hoje. Que tal começar agora?

Abrir conta corrente pela internet: 5 Dicas

A evolução tecnológica do século XXI trouxe inovações na forma de executar algumas tarefas, principalmente no setor financeiro, possibilitando abrir conta corrente pela internet.

Isso fez com que os clientes pudessem abrir uma conta corrente no conforto de sua casa, sem a necessidade de ir até uma agência física do banco.

Além disso, também houve um aumento na quantidade de empresas que oferecem serviços financeiros, as chamadas fintechs, aparecendo mais opções.

Contudo, com o aumento das empresas, começaram a surgir muitas questões, dificultando no momento de abrir uma conta.

5 dicas para abrir conta corrente pela internet

Inicialmente, o interessado deve saber que não são todas as instituições financeiras convencionais que possibilitam a opção de abrir conta pela internet.

Ou seja, se o interessado quer abrir conta corrente pela internet, ele tem apenas algumas opções. Além disso, as fintechs oferecem um tipo de conta diferente, a chamada digital.

Nesse tipo de conta, o cliente não tem nenhuma interação física com a instituição, em outras palavras, toda a movimentação é feita pelo aplicativo da companhia.

Deste modo, o saque ou depósito na conta são feitos de modo diferenciado. A cobrança de taxas e tarifas dependem de acordo com o tipo de serviços oferecidos pela conta.

As contas digitais e correntes possuem opções básica de pacote de serviço, que não cobram nenhuma taxa ou tarifa do cliente, porém, limitam seus trabalhos.

Realizar uma análise de perfil é essencial nesse momento, pois, deste modo, o cliente entende suas necessidades e consegue localizar a opção que melhor agrada.

A última dica para abrir conta corrente pela internet é simples: faça comparações. Ao comparar uma opção de conta com outra oferecida por outra empresa, o cliente consegue ver qual que oferece o pacote de serviços necessários cobrando menos, obtendo economia.

Simulação de cartão de crédito: Veja como simular cartão de crédito online.

Antes de solicitar o seu cartão de crédito, é importante saber exatamente quais as taxas que serão cobradas no decorrer da relação com a administradora do cartão. Para que você escolha de forma mais consciente, é indicado o simulador de cartão de crédito online, uma facilidade que veio para auxiliar na sua seleção.

O simulador de cartão de crédito online é bastante simples de ser utilizado. Para isto, você só precisará saber sua renda e quais as funcionalidades que deseja ter em seu cartão de crédito. Depois é só preencher o formulário indicado pela página e você terá acesso às informações de taxas, juros e valor mensal das parcelas.

No momento de utilização do simulador de cartão de crédito online, é importante que você também pense no dia de vencimento da sua fatura e na sua possibilidade de solver os gastos em sua integralidade.

Destacamos que este simulador de cartões de crédito online não obriga nenhuma prestadora de serviços de créditos a se adequar ao seu resultado. O simulador de cartão de crédito é somente um meio de ajudar você antes de contratar definitivamente com a empresa escolhida.

Alguns sites cientificam qual o melhor cartão de crédito para você de acordo com os dados informados, incluindo informações sobre débito, crédito e saques. Estes sites de simulação de cartão de crédito possuem mecanismos e parcerias com instituições financeiras, o que agiliza na hora de comparar os resultados.

A escolha é sempre sua e a responsabilidade pelas informações prestadas para o simulador de cartão de crédito também. Busque a informação sobre este tipo de serviço online. Nos dias atuais precisamos conciliar nossas atividades com o nosso tempo e nem sempre teremos disponibilidade para ir pessoalmente numa agência financeira. Então, o simulador de cartão de crédito se mostra importante nesse contexto.

 

Abrir conta corrente: passo a passo para abrir conta corrente

Abrir conta corrente é a melhor opção para quem recebe salário ou precisa pagar contas. Pode ser uma conta básica (para quem movimenta pouco), moderada ou conta online.

No entanto, nem toda agência é igual e você já tem que saber quais são suas necessidades e qual banco oferece as melhores vantagens e taxas mais baixas.

Para saber como é a abertura de uma conta corrente, fizemos uma lista com o passo a passo para você. Confira!

Como abrir conta corrente?

A abertura de uma conta é bem simples e, em algumas agências pode ser ainda mais rápida. É que em algumas instituições bancárias você pode abrir conta corrente pela internet ou fazer um cadastro prévio online e finalizá-lo na agência mais próxima.

De modo geral, para abrir uma conta no banco basta seguir o seguinte passo a passo:

1. Procure a agência bancária de sua preferência

É sempre interessante optar pela agência mais próxima de sua residência ou local de trabalho. Verificar quantas filiais ela possui na mesma região garante que você não vai passar sufoco em uma emergência.

2. Verifique as taxas associadas à conta

Dependendo do seu perfil de consumo, é bom prestar atenção nas taxas inclusas ao abrir conta corrente, como:

  • taxas de manutenção.
  • taxas para transações on-line.
  • taxas para emissão de extratos.
  • taxas para impressão de cheques.
  • taxas de saldo mínimo.
  • taxas de fundos insuficientes.
  • taxas de uso do caixa eletrônico.
  • taxas de uso do cheque especial.

3. Apresente os documentos exigidos

CPF (Cadastro de Pessoa Física), Identidade (RG), comprovante de residência e comprovante de renda são documentos unânimes na hora de abrir conta corrente em qualquer agência física.

4. Confirme sua assinatura

A assinatura no ato de abrir conta corrente deverá ser a mesma para preencher cheques e realizar outras transações.

5. Deposite dinheiro

Você pode depositar um valor mínimo (isso varia de banco para banco) no caixa ou usando o caixa eletrônico.

6. Aguarde a abertura da conta

Depois de entregar os documentos solicitados, dependendo do processo de cada banco você receberá, em até 10 dias, um SMS ou e-mail confirmando a abertura da sua conta.

 

Saia do vermelho: Como quitar a sua dívida com cartão de crédito rapidamente

Muitos orçamentos são prejudicados pela falta de controle nas finanças, causados frequentemente, na maioria das vezes, pelo uso indevido dos cartões de crédito. Essa dependência do uso de cartão de crédito e do pagamento da fatura atrapalha projetos futuros. Além disso, as contas se acumulam a outras despesas.

Vamos mostrar para você como sair da dívida do cartão de crédito, sem se prejudicar com financeira. Confira como sair do vermelho!

Saia do vermelho

Como quitar sua dívida de cartão de crédito?

Está endividado por causa do cartão de crédito? Confira algumas dicas para sair do vermelho!

  1. Não gaste tanto e pague todas as suas contas

Para controlar suas contas, é necessário disciplina e conhecer qual é a sua real situação financeira. Os cartões de crédito costumam gerar uma bola de neve de acúmulo de contas.

Evite gastar com coisas supérfluas e pague todo o seu parcelamento em dia! Afinal, pagar o mínimo também acumula conta no cartão de crédito.

Uma dica importante: pague tudo a vista sempre que possível!

2 – Faça o melhor tipo de parcelado ou não faça

Se você pagar sempre o valor mínimo do seu cartão, em breve receberá uma ligação com uma proposta de parcelamento. Confira as condições, prazos, juros e se a oferta é realmente atrativa.

Se achar que não vale a pena, não faça o acordo e dê um jeito de pagar toda a fatura sem se endividar mais!

3 – Empréstimo com juros menores

Caso necessite fazer um empréstimo para sair do vermelho e quitar sua dívida com o cartão de crédito, procure um financiamento com juros baixos. Evite novas dívidas!

Lembre-se: a meta é quitar o seu cartão de crédito para não ter preocupações com as finanças.

 

4 – Tenha um aplicativo de controle financeiro

Se você não é do hábito de anotar as coisas, comece a ter. Anotar as despesas financeiras é algo importante para o seu controle financeiro. A cada vez, por exemplo, que você usar o seu cartão crédito e anotar o gasto, verá o quanto precisa economizar para pagar a fatura integralmente.

Existem vários aplicativos que podem te ajudar a ter o controle financeiro das suas despesas. Eles facilitam e muito a rotina!

5 – Faça um planejamento do seu orçamento mensal

O planejamento financeiro é algo primordial para não ter dívida. Se o seu salário é X, você não deve gastar Y, pois sempre estará no vermelho! O cartão de crédito deve ser usado em questão de extrema necessidade, não em qualquer eventualidade.

Em caso de um “socorro financeiro”, utilize o seu cartão de crédito. Caso não precise, pague a vista!

Planeja também para onde será direcionado o seu dinheiro. O ideal é ter um valor fixo para as contas, alimentação, transporte e, claro, lazer! Fazendo o planejamento mensal, você irá ver o seu dinheiro render e poderá, quem sabe, até fazer uma economia para gastar naquela tão sonhada viagem.

Lembre-se: se desfazer das dívidas geradas pelo cartão de crédito é algo possível. Basta ter planejamento e controle financeiro.

Deixe seu comentário.

DPVAT 2017: tudo que você precisa saber

Se você atrasou o pagamento do DPVAT 2017 e não faz ideia da importância de manter o seguro em dia, não se preocupe, pois vamos ajudar nessa missão!

DPVAT 2017 - tudo que voce precisa saber sobre dpvat 2017

O seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) é item obrigatório na vida dos motoristas que quiserem continuar circulando nas estradas.

Isso porque, se não pagar, seja por esquecimento ou falta de recursos, você não poderá receber o licenciamento. Caso seja pego dirigindo sem a licença do veículo, você pagará uma multa e terá o carro apreendido. Bem chato, né?

Para evitar essa dor de cabeça, não sofra riscos à toa. Saiba como pagar o DPVAT 2017 atrasado e entenda melhor como funciona esse seguro. Acompanhe!

 

  • Como funciona o DPVAT?

 

DPVAT é um seguro que garante indenização às vítimas de acidentes de trânsito (independentes de serem motoristas ou pedestres), cobrindo despesas médicas, invalidez parcial ou total e indenização por morte.

É preciso pagar o seguro juntamente do IPVA (Imposto sobre propriedade de Veículos Automotores) ou junto do licenciamento, situação essa em que o motorista seja isento do IPVA.

Somente veículos com motor próprio – carros, ônibus, micro-ônibus, caminhões, motos, ciclomotores – estão obrigados a pagar o DPVAT.

Os recursos arrecadados pelo seguro são distribuídos não só para a indenização às vítimas de trânsito como também para a saúde pública e para o desenvolvimento de programas que visam a prevenção de acidentes pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).

Agora que você sabe como funciona o seguro, deve estar preocupado com o atraso do seu DPVAT 2017, não é? Saiba o que fazer agora mesmo!

 

  • Como pagar o DPVAT 2017 atrasado?

 

Pela primeira vez, em 2017, o seguro DPVAT ficou mais barato, cerca de 37% em relação ao ano anterior. Isso se deve ao número de indenizações que sofreram redução desde 2014.

Para pagar o seguro atrasado, basta entrar no site da Seguradora Líder, escolher o Estado onde você reside e saber em quais bancos poderá ser feito o pagamento. É preciso determinar também a situação em que se encontra seu veículo (novo, usado ou isento do IPVA).

No entanto, se você atrasou demais o DPVAT 2017, será necessário enviar um e-mail à Seguradora Líder para que ela possa emitir os boletos.

 

  • O que o DPVAT não cobre?

 

Já vimos que o DPVAT é um seguro indenizatório em casos de danos físicos decorrentes de um acidente com veículos automotores, logo, ele não fornece cobertura a danos materiais. Aquela batida de carro sem feridos não culmina em indenização nem mesmo incêndio, ok?

O seguro de Danos Pessoais também não cobre em caso de:

  • acidentes de trens;
  • acidentes pessoais por radiação, causados por combustíveis nucleares;
  • multas e tributos da vítima.

Deixar de pagar o DPVAT, além de impedir o recebimento da licença do veículo durante a vistoria no Detran, que ocorre anualmente, obriga o proprietário do veículo acidentado a arcar com todas as despesas integralmente.

Portanto, se você atrasou o DPVAT 2017, não tem mais desculpas para não cumprir com a sua obrigação e manter o pagamento em dia. Lembre-se que o seguro salva o seu bolso de um grande prejuízo e ajuda a custear as despesas de muitas vítimas.

E então? Este artigo sobre o DPVAT 2017 foi o suficiente para convencê-lo a pagar o seguro em atraso?

Como economizar mais, mantendo suas despesas controladas

99% das pessoas não usam qualquer ferramenta de controle para ter uma visão clara de onde seu dinheiro vai parar a cada mês.

Você sabia que, simplesmente mantendo o controle de suas despesas, você pode economizar até 20%?

Há muitas despesas a que não damos muita importância, mas no final do mês acabam assumindo um custo importante para o nosso bolso. Se você continuar lendo este artigo e aplicar as dicas que eu lhe darei, garanto que você ficará surpreso.

Vou te dar alguns exemplos:

  • Você sabe quanto gastou este último mês em combustível?
  • Quanto sua conta de eletricidade aumenta no verão (devido ao uso de ar condicionado), ou no inverno (devido ao
    aquecimento)?
  • Quanto, a cada mês, o total de suas contas de telefonia móvel, telefonia fixa, internet, televisão, etc …?
  • Quanto você gasta no supermercado todo mês? E nos restaurantes?

Ser capaz de responder a perguntas como essas sem dúvidas permite que você tenha clareza sobre onde pode economizar e onde não.

Como você pode manter suas despesas controladas?

Você pode fazer isso de várias maneiras: no papel, com o Excel ou com os serviços on-line, como eu faço. A diferença entre essas opções é que as duas primeiras exigem muito esforço.

Pessoalmente, sou a favor das coisas simples, então eu olhar para os sites que oferecem software fácil de usar e dar a “vista aérea” necessário distinguir despesas importanes minúcias em que não é necessário aparar.

Existem sites diferentes e todos funcionam muito bem. Há também muitos aplicativos móveis que são ótimos. Você só precisa fazer algumas pesquisas e ver o que funciona melhor para você.

Normalmente a operação é muito fácil. Toda vez que você gastar dinheiro em algo, você entra no programa e associado a uma única categoria (por exemplo: 25 € – “Carrinho de compras”), habitualemnte não tem que fazer nada mais porque as teias fazer o resto. Por exemplo, eles ensinam uma infinidade de gráficos com os quais você pode ver o que você gasta em cada categoria, comparar os dados com os dos meses anteriores, etc …

Além disso, o mais interessante é que os resultados começarão a ver você imediatamente. E outra coisa importante: a maioria desses serviços são gratutios.

A partir do momento que você começa a manter o controle sobre onde você gasta o dinheiro, você não vai pensar em colocar a venda de volta em seus olhos novamente.

Fonte: 2 via fatura,